Sábado, 18 de Setembro de 2004

Fonte de ternura



Se esta fonte aonde vens
Beber a água que te sacia
Bebe-a lentamente
Tê-la-ás todo o dia.

Gota a gota vai molhando
Os lábios dessa secura
Que a fonte desta água
Está envolta de ternura.

Gota a gota vai crescendo
A ternura que sinto por ti
Nesta linha de água
Que cresce até ao mar.

A ternura só acaba
Se a fonte nascente secar
Nessa altura já morri
Mas morri contigo a amar.
publicado por egasmoniz às 13:54
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2005

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. www.egasmoniz2.blogs.sapo...

. Comunicado à blogosfera!

. estrelas

. Eu dormi, sonhei, acordei...

. ...

. Bom fim de semana!

. ...

. Romantismo

. ...

. ...

.arquivos

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds