Sexta-feira, 12 de Novembro de 2004

Um dia

Um dia
Acordarei e não direi o teu nome;
E não te procurarei,
Em todos os rostos que passam.
Um dia
As minhas mãos esquecerão as tuas;
E o teu cheiro,
Não será o meu.
Um dia
Esquecer-te-ei,
Abrirei o peito,
E arrancar-te-ei de dentro!
Esfregarei o corpo,
Maltratá-lo-ei,
Até não restar um sinal teu.
Um dia adormecerei,
E dormirei sozinho,
Sem o teu rosto nos olhos
E o teu corpo nas mãos.
Um dia,
Esquecer-te-ei, esquecer-me-ei
Um dia,
Deixarei de ser eu!
publicado por egasmoniz às 18:59
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De zelimarques a 18 de Dezembro de 2004 às 02:47
mas tu constrois um blog com poemas tirados de outra pessoa??


De barmaid a 12 de Novembro de 2004 às 19:11
O ser humano torna-se demasiado dependente de um outro,geralmente quem se apega mais é aquele que depois também sofre mais...
Bjos,
fica bem


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2005

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. www.egasmoniz2.blogs.sapo...

. Comunicado à blogosfera!

. estrelas

. Eu dormi, sonhei, acordei...

. ...

. Bom fim de semana!

. ...

. Romantismo

. ...

. ...

.arquivos

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds