Sábado, 8 de Janeiro de 2005

...

De repente, o dia se faz noite

E a devastadora solidão

Mansamente vai chegando

E fazendo morada em meu coração .

Suas raízes invadem meu corpo

Que frágil , entrega-se facilmente.

Suas dores caladas torturam-me

Com os longos silêncios da escuridão.
publicado por egasmoniz às 20:28
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Skynet a 9 de Janeiro de 2005 às 17:25
Olá
Visitei o teu blog, e gostei do que vi e li.
E agradecia que quando pudesses visitasses
o meu blog. Obrigado
http://opiniaoblog.blogs.sapo.pt/

Gosta de futebol? se sim então visite o
Blog:
http://bloghattrick.blogs.sapo.pt/


De Tati a 9 de Janeiro de 2005 às 17:14
As dores caladas são as que mais doem.. são as mais intensas e que perdurão para sempre...


De PlantaCarnivora a 9 de Janeiro de 2005 às 13:49
Está pequenino mas forte e intenso. Parabens e ânimo, Fica bem Um beijo


De Viceversa1000 a 9 de Janeiro de 2005 às 13:35
as dores caladas, torturam mais, a partilha tem o dom de esmurecer qualquer dor. Está muito bonito. Gostei. Beijinhos


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2005

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. www.egasmoniz2.blogs.sapo...

. Comunicado à blogosfera!

. estrelas

. Eu dormi, sonhei, acordei...

. ...

. Bom fim de semana!

. ...

. Romantismo

. ...

. ...

.arquivos

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds